[kads group="topo-1"]


HOMEM DE FÉ

Algumas pesquisas com pessoas doentes comprovaram que aquelas que tinham fé conseguiram reverter alguns quadros negativos e até chegaram à cura. A fé é um ingrediente necessário a todo ser humano, mas são poucos os que cultivam a fé em suas vidas. Entretanto, se observarmos a vida de José, o qual foi vendido como escravo pelos próprios irmãos e se tornou o homem de confiança do Faraó do Egito aprenderemos o que é ter fé. José dizia que não importava as circunstâncias e os acontecimentos negativos, pois ele com sua fé transformaria tudo em algo bom e positivo para sua vida e a de todos. Por mais cruel que fosse o momento ele tinha a capacidade de se tornar a semente do bem onde quer que estivesse até mesmo em uma prisão…

Na história do nosso planeta temos outros exemplos abençoados de homens de fé que deixaram florescer o bem por onde passaram e mesmo assim não aprendemos a absorver esses ensinamentos. O nosso egoísmo e orgulho tem nos cegado por gerações e com isso o sofrimento e a dor são nossos companheiros na vida. Olhamos o outro como inimigo e não como irmão; invejamos os bens que os outros adquirem; estamos perdendo a capacidade de amar e respeitar o próximo… Enfim, estamos nos tornando insensíveis à dor do próximo e reclamando que Deus nos abandonou, pois só enxergamos o nosso próprio umbigo. Tornamos-nos homens de pouca fé! Já não está na hora de nos reconectarmos a Deus e alimentar a nossa fé?

Um ser humano que cultiva a fé é uma semente do bem. Ele sabe que Deus está intuindo e iluminando as suas decisões. A fé que temos em nós é o ímã que traz as pessoas certas e no momento exato em que necessitamos de seu auxílio. Solucionamos os desafios da vida, aprendemos e compartilhamos esse conhecimento adquirido promovendo a união e a fraternidade entre todos. Aquele que é a semente do bem impulsiona sua vida, da sua família, da sociedade em que vive espalhando a força da fé transformadora. É preciso nos aproximar dos homens de fé e aprendermos a nos tornarmos uma semente boa, com fé e coragem para transformarmos nós e tudo a nossa volta. O homem de fé trilha os caminhos da evolução de cabeça erguida tendo a certeza de que Deus o ilumina de dentro para fora e aí sente que pode afirmar: EU SOU A FÉ!

Compartilhe:

Sobre o Autor

Lucy Alves Tavernezi

Lucy Alves TaverneziFormada em Comunicação Social pela OSEC-SP; Participante de grupos de Estudos Espíritas na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE).

Todos os Posts de: Lucy Alves Tavernezi